novembro 27, 2007

Quando vejo este gajo...

... que tinha obrigação de ser bem educado, já que vem de boas famílias e até andou no Valsassina*; que nunca trabalhou um dia sequer na vida inteira; que ainda hoje, com cinquenta anos, o tabaco e afins que fuma e as não sei quantas cervejas que bebe são diariamente cravados à mãe; que não põe os pés em casa, a não ser para comer, dormir e vestir roupa lavada; que trata a mulher e a mãe como se fossem criadas, ao ponto de as acordar a meio da noite quando lhe apetece uma tosta e um chocolate quente; que se acha um tipo muito inteligente, quando é burro que nem uma porta ondulada e praticamente analfabeto*;

... tratar a mãe, que bebe os ares por ele, o sustenta desde que nasceu e a quem ele crava três vezes por dia, abaixo de cão, dá-me cá uma vontadinha de lhe dar uns valentes murros na tromba** que vocês nem imaginam!

* deve ter sido como jardineiro...
** pardon my french.

7 comentários:

Teresa disse...

Quem é o anormal?
Não tem lá muito ar de ter passado pelo Valsassina, nem mesmo como jardineiro...

Mad disse...

A fotografia é do Google. Expliquei-me mal.

Fatyly disse...

De tanto murro que levam, se já eram brutos por natureza ficam ainda mais. É um desporto que não vejo e pelo o ar dele eu não lhe dava dois, mas meia dúzia e punha-o KO.

Anónimo disse...

Mad
Ou percebi mal ou o retratado no teu texto não tem nada a ver com o da fotografia. É que este andou num liceu de Oklahoma. E a ideia é dar um murro naquele do Valsassina, certo?
I.A.

Mad disse...

Exactamente, IA. Vou já mudar a fotografia para não haver mais confusões.

FL disse...

Quem é o gaijo?? Onde é que ele está?! Queres ajuda? Bute dar-lhe um arrail de porrada e mais umas latadas na tromba, que o deixamos a cuspir fininho!
Beijos

rv disse...

Com a vontade com que eu ando de bater em alguém, também me candidato a bater neste, apesar de não saber quem é. Queres ser mais explícita?