maio 28, 2007

Boas surpresas


No sábado passado, depois de uma reunião familiar que esquecemos completamente e de umas migas com entrecosto (divinas!) em casa de uma tia que tem 140 anos mas é uma porreirona, acabei, ainda não sei muito bem como, a beber copos com o meu Cachucho e uma prima minha - vamos chamar-lhe Micas - num bar cá da terrinha-sur-mer.

É engraçado. Parece que temos que estar uns anos longe e crescer um bocadinho para acharmos que afinal não somos tãaaaaao mais interessantes que pessoas que afinal têm a mesma experiência de vida que nós, ainda por cima com a vantagem de terem começado mais cedo. A Micas é um bom exemplo. Sabem aquela imagem que se tem da prima um bocadinho mais velha que achávamos uma seca? Ela achava o mesmo, claro. E agora vem beber copos até às quinhentas e ainda diz "que chatice, já são 5 da manhã e eu tenho que me levantar cedíssimo... bora só beber mais um."

Falámos da vida dela, da minha, de uma data de coisas que não nos passaria pela cabeça partilhar com alguém da família, ainda por cima num bar da terra, ou seja, à vista de toda a gente, a não ser depois de uns copos valentes.

Adoro surpresas, desde que sejam boas. E esta foi excelente.

.

5 comentários:

FL disse...

Boneca:
Eu estou para ver quando te fores embora... Sem primas, sem bares até às tantas, e SEM BLOG!!! Olha que a minha proposta está de pé. A não ser que me queiram levar com vocês... pronto, está bem, estiquei-me outra vez:(
Beijos

Mad disse...

AAAAAAAHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!

FL disse...

Gaja:
O que é isso? Espirraste, foi?
Saúde!!! Tu não te constipes;)

Beijos

Mad disse...

Não, foi o pensamento de ficar sem blog.

FL disse...

Mad:
Tadinha:( Não fiques triste! Eu tenho blog mas vivo aqui!!!!!
Beijo