maio 18, 2009

F****** assholes


Há por aí gentinha que não se toca. Pessoinhas que deviam olhar menos para o umbigo e parar de arrotar teorias pseudofilosóficas como se fossem reencarnações de Gandhi. Que disfarçadamente (acham elas) lá vão misturando referências a propriedades provavelmente inexistentes enquanto exaltam as suas próprias virtudes em forma de discurso ao rebanho, à mistura com chavões bombásticos sobre a importância metafísica da coçadela no percurso da humanidade. O mundo é do exacto tamanho do seu quintal, e por isso todas as suas verdades são inquestionáveis. E porque o tal quintal é o único mundo que conhecem, há que descrevê-lo como assombroso, negando todo e qualquer valor aos outros mil mundos que o mundo tem. Gentinha que se arma em melómana mas categoriza Il Divo na música clássica. Que acusa e critica malcriadamente os outros (que na esmagadora maioria das vezes nem tomam conhecimento da sua pequeníssima existência, tamanha é a falta de interesse — e no fundo esse é que é o problema) sem saber do que está a falar. Que não tem a coragem nem a hombridade para dizer claramente de sua justiça — não, isso levaria a confrontos e essa gentinha não tem inteligência ou classe para se mover com conforto num patamar que desconhece. Que lê vaidade e gabarolice onde está escrito saudade. Que gosta de indirectas mas que acerta sempre ao lado porque, além de uma evidente falta de óculos, sofre de uma muito mais evidente falta de cérebro.
.

14 comentários:

Ana disse...

EU aproveito para informar que adoro vir cá ao teu blog clicar para alimentar os peixinhos...
Beijo

Patti disse...

Na maior parte das vezes é muita falta de bife na pedra!

LUA DE LOBOS disse...

mas eles têm quintal??? ou apenas um saguão daqueles a precisar de uma demão de cal?
xi
maria de são pedro

LUA DE LOBOS disse...

Oh Patti é capaz de ser mesmo fome de um bom bife na pedra :::)))))))pois pois !!!!!

Pedro disse...

E a mim é que perguntam nomes...

Filipinha disse...

Nada a fazer...
Eu ignoro e sorrio!! ;-)

Fatyly disse...

O que há mais por aí é "gentinha" dessa e com esses ou essas abróteas não perco o meu tempo e nem queimo neurónios.
Se esbarro...levam p'ra contar porque remeto ao silêncio dos silêncios, o que detestam porque querem é um tempinho de antena.

Quem mostra o que não é
e gosta de "chavões bombásticos
quase sempre ficam sem pé
em cérebros nada elásticos!

Não ligues...

PAULO LONTRO disse...

Nunca te perguntaria de quem falas, quem são os visados...
Quem são…??
:) rs rs rs rs ....

Teresa disse...

A raiz do problema, parece-me, é uma incompreensível mas desmesurada inveja.

INVEJA, isso mesmo. Negra, peçonhenta, que devora as entranhas. Inveja daquele género que toma como um agravo pessoal que tenhas isto ou aquilo, que faças esta ou aquela viagem, etc., só porque a pessoa não tem, não faz, não... etc.

Aquilo escorre fel por todos os lados e em todas as direcções. De vez em quando, para compor o ramalhete, lá lhe saem umas coisas supostamente simpáticas. Que soam sempre tremendamente postiças. Brrr!...

Mais vale rir.

Beijo.

Mad disse...

Ana,
Fazes muito bem, que eles andam um bocadinho abandonados :)

Patti,
LOOOOOOL!

Lua,
Não sei :)

Pedro,
Touché :)

Filipinha,
Eu tento, eu tento...

Fatyly,
Saíste-me uma poetisa de truz!
E adorei as abróteas :D

Paulo,
Tu não perguntas e eu não respondo ;)

Teresa,
Deves ter razão, claro. Mas eu substituiria o teu "brrr" por "belhec" ;D

2ora disse...

Mad, nem ligues. Sei bem o que isso é (daí não haver comentários no La fille BE). E nem é que não me pudesse divertir...mas por vezes, acabo por ter pena das pobres criaturas. E, já agora, sem querer ser presunçosa, arrisco - sabendo que acerto no alvo: é falta de bife na pedra, SIM!

Mad disse...

2ora,
LOOOOOOOL! Vocês dizem, eu acredito :))))))

Margarida Pereira disse...

Pá! É preciso bater em alguém?!
A gente tá cá é pra isso! Toca a afinfar-lhes!
Caraças, para que serve o Krav Maga?!
Quanto são? Venham eles! eu não tenho medo de ninguém!
...ah, isto não é meu, é do Major; pois, coisas do norte, carago! (ai! 'carago' não, carago!)

Fora de laracha, não imagino o que seja mas sei que a 'onda' é terrível.
Quando querem chatear, raios! , até chateiam.
Fazer o quê?
Tomar um White Russian que uma piquena sugeriu num blogue giro associado a este...
E 'sigámarinha!' ;)

Mad disse...

Marge,
Nem mais!