novembro 28, 2008

A vida

... é curta. Curtíssima. Por mais que a gente ache que amanhã fazemos o que devíamos ter feito hoje, não é assim. Cada seis meses, pimba! E quem me entende, fáxavor, abstenha-se de comentar.

PS - E não, não estou a falar do Batatinha. Que não está nada bem, BTW.

3 comentários:

João Paulo Cardoso disse...

Isto está mau.
Até as vacas da Índia não estão a salvo de atentados.

Espero que a família animal aí de casa não tenha sofrido mais um revés.

Beijos e bom fim de semana.

Pedro disse...

Esperemos que passe depressa para a mó de cima!

Maria do Desassossego disse...

E corre que é um assombro. Entendo-te, mas não consegui abster-me de comentar, if you know what I mean...

Beijo grande e as melhoras do Batatinha