novembro 08, 2007

Elogio da preguiça


“Suave preguiça,
Que do mal-querer e de tolices mil

Ao abrigo nos pões...
Por causa tua, quantas más acções deixei de cometer!”

Mário Quintana

3 comentários:

Ricardo Fonseca disse...

Neste Mundo há desculpa para tudo!

Luis disse...

Lá está, mãe é mãe e que saudades tenho dela, da preguça no caso.

Fatyly disse...

:)))))*