março 04, 2008

Câmara dos horrores

Não é só o vestido, o mini-vestido rosa-cueca, o facto óbvio de ter os sapatos apertados, a pedrada aparente (?), a falta de noção das figuras tristíssimas que fez. É tudo junto. E mais o facto de alguém ter autorizado esta..., esta... coisa. Já sei que vou atrasada dois dias, mas isto é tão absurdamente-incrivelmente-estapafurdiamente-arrasadoramente-inacreditavelmente mau que não resisto a postá-lo. Já para não falar que não suporto a mulher.

18 comentários:

Teresa disse...

Demasiado constrangedor para comentar. Sinto tanta vergonha como se tivesse sido eu a fazer esta figura.

Devo dizer que fui durante muito tempo uma fervorosa admiradora dela, o seu The Big-easy continua a ser para mim um livro memorável. Depois da história do plágio fiquei numa twilight-zoe confusa.

Mad disse...

Não aguento. Não a catalogo nos ódios de estimação, mas que me deu gozo ver, deu. IMENSO.

MariaV disse...

Aviso ao público incauto: Por favor, ninguém me deixe sair de casa se alguma vez eu sequer der a entender que posso vir a fazer uma figura mil vezes menos triste do que isto. Obrigada.

av disse...

Faz-me lembrar a Natália de Andrade a cantar a Manon... e fico com pena, de tão patético que é.

Mad disse...

Rosa e Ana: AMÉN.

Sofia disse...

Socorro... é mesmo uma pérola! Mas porque é que ele não a deixou cair, no meio de tanta voltinha sem elegância nenhuma? A minha professora de dança sempre me disse... simetria e elegância... as bases da dança! Aqui não vi nada disso! De
Deprimente mesmo...

Beijo

Melões Melodia disse...

Assim como a teresa, tambem gosto de alguns dos livros que li...
isso nao tira a figura ridicula que a pobre senhora fez neste concurso!
Beijos

Anónimo disse...

Realmente, pareceu-me uma espécie de dança pouco ritmada. Mas quem está abituado ao carnaval de Peniche ganha uma certa insensibilidade a estas coisas.
I.A.

Maria do Consultório disse...

Foi muito mau...Até cheguei a ter pena dela...

Anónimo disse...

No youtube descobri esta ainda pior:
http://www.youtube.com/watch?v=XjFB1tbHoMY
A realidade ultrapassa a ficção!
I.A.

Flora disse...

Ui, ui! Muito mau. Se fosse minha mãe levava uma carga de porrada por me fazer passar uma vergonha destas!
Ninguém ali tinha a noção do ridículo? E o professor? Será que lhe disse "Vai lá, que vais bem"?!!!
Também nunca fui muito à bola com a dita cuja.

Beijos

Capitão-Mor disse...

Mas que ganda mastronça! :) Bom, estes ritmos tropicais nunca auguram nada de bom...

Diabba disse...

Ahhhhh só depois de ler o comentário da T., é que percebi quem era a senhora.
Juro que pensei que era um travesti, e que era uma brincadeira no meio do programa (que não vejo, porque quase não vejo televisão).
Que figura tão triste!

beijo d'enxofre

Fatyly disse...

Como não vejo o programa, só a vi aqui e de facto a Drª. Professora Clara Pinto Correia fez mais uma triste figura, a juntar a outras que já vi!

filos disse...

Figura anedótica, mesmo! Nem sei se ria ou chore! Parece uma boneca andróide, completamente descontextualizada do mundo e do que está a fazer. Como é possível chegar a isto? E como é que a deixam fazer estas figuras?

Anónimo disse...

é tão agradavel vêr os "iluminados" a cair...

Anónimo disse...

Eu não sou versado em música brasileira mas... Isto é samba ou axé?
I.A.

marta disse...

Que mal que dança.

Céus, por que não terá desistido?

achará que dança bem?