fevereiro 23, 2008

Mares

Na semana passada, um enterro. Um mar de visons, um mar de madeixas, um mar de gente que só vejo quando morre, se casa ou nasce alguém.
Hoje, um casamento. Aliás, um casamentaço (mais dia menos dia, vêem-no na Olá...). E mais um mar de visons, de madeixas, de gente que blá, blá, blá...

Uffff!... Ainda bem que, oficialmente, ainda estou no Brasil.

PS - O vestido da fotografia é Vera Wang... uma maravilha!

3 comentários:

Anónimo disse...

CURIOSIDADE

Madalena,

Uma coisa ainda não percebi. Afinal vieste a Portugal ou vieste para Portugal ?

Manuel Teixeira

João disse...

Visons!?Ainda há quem vista semelhante coisa!Tadinhos deles, de facto o castelo branco fica bem no post ehehehe
Vison em Portugal é a mesma coisa que urso polar nos trópicos..uiiiii que calorrrr!
Casamento é sempre bom para encher o "bandulho" andar de gravata, e ter de ver durante semanas os "pirosos" videos da ocasião.
Enterro é sempre o dia em que dizemos bem de alguém, sem ter medo de cair no ridículo!eheheheh boas

Fatyly disse...

Mas é nos funerais e casamentos que se revê amigos, familiares e desconhecidos.

Os visons e afins não me dizem nada!