janeiro 09, 2008

Pesadelos

Burocracia. Conservatórias. Finanças. Se eu pudesse fazer explodir alguma coisa, seria isso. Tenho um ódio visceral a tudo o que se relacione com papéis, carimbos, declarações, modelos, alíneas e afins. Não tenho jeito, paciência ou apetência para tratar de qualquer assunto que, nem que seja remotamente, envolva este tipo de coisa. É utópico e infantil dizer isto, eu sei. Mas o que é um facto é que tenho conseguido nos últimos anos manter-me afastada desse mundo. Parece que as férias acabaram. Mais uma vez, ando de repartição em repartição a tirar tiquês para ser atendida por gente que não tem paciência nem para o seu trabalho nem para me aturar a ignorância.

9 comentários:

kiko b disse...

olha, olha....quer vêr que as finanças te vão privar de estares connosco na tua própria casa!!!!!
avisa o director dos serviços que os santamarotos abalam dia 19, sabado....para parrrnaiiiba....
e já agora, BOM ANO.

Sofia disse...

Olha miúda... a quem falas em pesadelo! Desde que estive contigo, todos os dias me levanto a dizer que vou renovar o B.I. e que vou à Segurança Social e mudar a morada em mais trezentos sítios! Mas ainda não fui... Talvez amanhã!

beijinhos

kiko b disse...

não se esqueçam que existe este site com varios "formulários" que podem ser imprimidos e poupam tempo...
www.dgrn.mj.pt

Mad disse...

Kikinho, só por milagre é que eu vou com vocês. Aliás, melhor dizendo, nem por milagre...

rv disse...

Pois é, não me tinha lembrado disto - será que não consegues mesmo estar lá quando eles forem? Que galo!
Pela minha parte, posso dar-te mimo enquanto cá estiveres (agora que sei que ainda cá continuas, minha ursa (private joke).

Isto da aversão à burocracia e às repartições deve ser de família, do lado Vidal. Se não fosse a minha Mãe mais o carinho que o António Zé do banco da Azambuja tem por ela e o facto de a Ana já ser doutorada em compra e venda de casas eu nuuuunca teria coragem para me lançar a comprar casa. Só o fiz porque confiei e fiz o que me mandaram, tratando da papelada toda sem perceber o que era e para que servia.
Estes assuntos fazem-me mesmo "espécie". Acho que não fui formatada para isto.
Boa sorte nesta tua senda, e olha, tem PACIÊNCIA, o que é te hei-de dizer?

Beijos
Rosarinho

rv disse...

Mad,
Quero deixar aqui publicamente o meu mais sincero agradecimento por este ser um blog onde se pode fumar.
Obrigada prima.

Fatyly disse...

Já se pode resolver muita dessa papelada via internet e também na Loja do Cidadão onde por exemplo os BI demoram 2/3 dias e poupam-nos aqueles secas habituais.

Mas é o "funcionalismo público" que temos e ainda se amofinam quando considerados ineficazes. Há repartições que funcionam e a simpatia de quem nos atende vale tudo e outras...venha o livro das reclamações:)

Sol disse...

Também detesto estas burocracias! Mesmo... Ando sempre a adiar até à última! Blllaacckkk!

Flora disse...

E sabes aquela da senhora que passa à frente de toda a gente na fila das finanças?
E reclama um afectado: "Então a senhora não VÊ a fila?!"
"Não, sou cega!"(enquanto agita a bengala).
A tentar limpar-se, o tipo borra tudo: "Ah... bom. Mas OLHE ponha-se aí à frente numa cadeira, a VER quando é que chega a sua vez!"

Parece anedota? Mas não é!