novembro 10, 2007

O espectro da rosa

Juntem-se vermelho
Rosa, azul e verde
E quebrem o espelho
Roxo para ver-te

Amada anadiómena
Saindo do banho
Qual rosa morena
Mais chá que laranja.

E salte o amarelo
Cinzento de ciúme
E envolta em seu chambre

Te leve castanha
Ao branco negrume
Do meu leito em chamas.

Vinicius de Moraes, in Sonetos

3 comentários:

Fatyly disse...

Um poema maravilhoso!!!

Um beijo

ana vidal disse...

Grande Vinicius, sempre.
bjs

marta disse...

Como a Ana diz:

Sempre!