novembro 28, 2007

Natal? Este ano não me apetece...

8 comentários:

FL disse...

LOL :-)

Não te apetece a ti, nem ao menino da foto! Ou então ele já teve o se Natal de arromba...

Que é feito do espírito? Faziam bem era vir passar o Natal à terrinha!

Arranja lá uma promoçãozita numa lowcost e pirem-se.

Beijos

Huckleberry Friend disse...

Olha, a mim Lisboa é que quase me tiram a vontade, com a pressa de imporem a quadra natalícia fora de época... este ano, começaram a montar as luzes em S-E-T-E-M-B-R-O! Não há pachorra, mais os anúncios, as montras das lojas... quando chega a altura certa um tipo está farto. E as luzes, essas, além de se banalizarem, estão, em muitos casos, fundidas (este ano nem tanto, que choveu pouco!). Isto irrita-me tanto mais quanto A-D-O-R-O o Natal e vivo muito intensamente esta altura, as músicas, os doces (ai se estivesses cá para a semana, Mad...), os amigos, os enfeites, o calor de uma lareira no frio do Inverno. Beijos!

FL disse...

E os cuscurões da minha Mãe, pá??? Aquilo é que sabe a Natal!!!

Cheguei a levar a massa congelada para o Brasil...

Gi disse...

parece-me que este pai Natal já teve festa até mais do que a conta :)


Natal agora tem que ser. há um neto ... por ele faz-se tudo, até o que não se tem vontade . com 4 anos feitos este m~es, ainda se acredita na magia, vou deixá-lo acreditar mais um tempo ... tem tempo de conhecer a realidade.


um beijinho

Mad disse...

Flora,
Aqui não há lowcost. Nem Lacoste.

Huck e Gi,
Não há mesmo pachorra para a febre das compras. Às vezes apetecia-me pegar no 13º e dá-lo todo aos pobres. Tenho pena de nunca ter tido coragem. Gostei do Natal de há dois anos, quando estive aí em Dezembro e fiz um presépio enorme para o meu sobrinho mais novo, que ficou fascinado com ele (nunca tinha visto nenhum, agora toda a gente faz árvore de Natal!). Aqui parece-me sempre ridículo ver decorações de Natal neste calor desgraçado...

Fatyly disse...

Gosto muito desta quadra mas não ando nas balbúrdias consumistas. O 13º é para amealhar, não vá precisar durante o ano:)
Depois é assustador como conduzem, anda tudo tão triste, frustado que transportam para o volante a gana que deveria ser direcionada para outras coisas. Um carro é uma arma mortífera e nem o Pai Natal os faz tornarem-se mais sensatos. Enfim!

Adoro o pai natal e logo vi que o salafrário deu o berro com tanto calor brasileiro. Manda-o de volta sff que ele vai levar nas barbas, olha-me só a cena lolll

Se não te importares manda daí 3 kgs de calor mas vê lá como o declaras, porque agora minha linda tem-se que se declarar tudinho:)

Beijocas

Teresa disse...

E não arranjavas uma imagem ainda mais repugnante? Credo, isto é de vómito!

rv disse...

A Flora tem razão. Metam-se num avião e venham cá passar o Natal à lareira... E deixem este Pai Natal onde está, ou então mandem-no para o Pará.
Beijinhos da prima